09 janeiro 2014

Não dê lugar ao diabo infamando-o

É muito comum encontrar pessoas dizendo: “Foi o diabo que me colocou nessa enroscada”, “é culpa do diabo viver como estou vivendo”, “o diabo me tentou e por isso pequei”, "se não fosse o diabo eu não estaria nessa situação". Esse tipo de afirmação carrega implicações que poucas pessoas reconhecem, e por isso mesmo falam despretensiosamente, não sabendo que infamar o diabo por culpa que ele não tem, é colocar-se numa posição vulnerável a ele. A Bíblia diz: "Não deis lugar ao diabo". Quando eu o acuso por algo que me ocorreu, estou dando-lhe permissão para que me acuse e fale comigo sobre o que aconteceu. E isso não devo fazer.

O diabo não é culpado pelo meu pecado nem mesmo quando caio em suas ciladas. "Cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz". A Bíblia diz: "Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar". Todas as tentações que enfrentamos são comuns a todos os homens e são suportáveis; porque Deus jamais permitirá que sejamos tentados além da condição de poder dizer não para a tentação. E mais: para toda tentação Deus prover livramento, de modo que só peca quem quer.

Deus nos responsabiliza pelos nossos pecados. Adão culpou Eva, e Eva culpou a serpente. Até parece que ninguém pecou e que a serpente foi mais sincera que os humanos naquele momento. Cada um leva a culpa do seu pecado, como disse Deus para cada um no jardim do Éden. Como diz a profecia de Ezequiel: "Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Que tendes vós, vós que, acerca da terra de Israel, proferis este provérbio, dizendo: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos é que se embotaram? Tão certo como eu vivo, diz o SENHOR Deus, jamais direis este provérbio em Israel. Eis que todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha; a alma que pecar, essa morrerá". Diante da ira de Caim contra o seu irmão Abel, Deus lhe disse: "Por que andas irado, e por que descaiu o teu semblante? Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo".

Infamar o diabo é tudo o que ele quer para entrar na questão. Ele se alimenta do pó da terra, ou seja, de nossos pecados, das coisas erradas deste mundo. Então, quando alguém o inclui na cena, ele entra de cabeça e faz o estrago que só ele sabe fazer. Veja: "O arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda!" Se nem mesmo um arcanjo se atreveu a proferir juízo gratuito contra o diabo, devemos evitar fazer isso também.

Precisamos evitar encontrar culpados para o que nos acontece. Esse é um mal crônico que vem desde Adão e Eva, mas que nunca ajudou ninguém. Devemos lembrar que estamos em um mundo caído e que coisas ruins acontecem todos os dias, inclusive com pessoas "boas" de Deus. Além disso, muitos dos nossos problemas são causados por nós mesmos, por falta de bom senso e de sabedoria.

Quando culpo o diabo pelo meu pecado, estou fugindo de Deus, porque todo pecado é contra Deus. Concluindo, cabe lembrar as palavras do apóstolo João: "Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro". O que fazer quando pecar? "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça". "O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia".
5 Antonio Francisco: Não dê lugar ao diabo infamando-o É muito comum encontrar pessoas dizendo: “Foi o diabo que me colocou nessa enroscada”, “é culpa do diabo viver como estou vivendo”, “o ...

Nenhum comentário:

< >