23 outubro 2013

Pescando em águas profundas


Há sempre peixes para pescar quando nos dispomos a procurá-los. Mesmo depois de uma noite de pescaria frustrada, Pedro e seus companheiros foram surpreendidos com uma grande quantidade de peixes quando lançaram as redes sob a orientação de Jesus. Enquanto pescava naquele dia quente, conversávamos sobre essa maravilha que é o peixe que nunca acaba. Por mais que se explore, o peixe continua no rio. É uma ilustração do suprimento abundante de Deus para nós, que preserva o peixe e também o multiplica como aconteceu no milagre da multiplicação dos pães e peixes feito por Jesus para alimentar uma grande multidão.
5 Antonio Francisco: Pescando em águas profundas Há sempre peixes para pescar quando nos dispomos a procurá-los. Mesmo depois de uma noite de pescaria frustrada, Pedro e seus companheiros f...

Nenhum comentário:

< >